Futecoins quer tokenizar contratos de jogadores de futebol profissional que voltaram a trabalhar mesmo durante a pandemia no Brasil

in Sports Talk Social2 months ago (edited)

pacaembu_drive_in_futebol.png

Drive-in montado no Estádio do Pacaembu, com telão para transmissão de jogos, durante a pandemia de Covid-19. Foto recebida em grupo no Whatsapp.

O mundo todo acompanha preocupado a pandemia do Covid-19 fora de controle no Brasil, que por enquanto parece estabilizar em mil mortes todo dia e, segundo o jornal El País, ultrapassou os 3,5 milhões de infectados e 114 mil mortes. No meio de toda esta tragédia as federações de futebol decidiram retomar as partidas de futebol profissional e os campeonatos, cujas tabelas foram retomadas desde o final de junho.

Pelo menos as partidas acontecem sem aglomeração de torcidas e com estádios vazios, menos risco para os torcedores mas os jogadores e profissionais dos clubes continuam expostos a tosses, espirros e gotículas suspensas no ar, além de encontrões e marcação cerrada tipo fungando no cangote. A indústria de entretenimento deve estar aliviada, com a volta dos jogos na programação das TVs, a audiência dos torcedores representa a volta do investimento de anunciantes, no meio da crise econômica que acompanha a crise de saúde.

Como mostra a foto que recebi pelo Whatsapp, algumas empresas tentam inovar no meio do distânciamento social e uso de máscaras e equipamento de proteção, neste caso o estádio do Pacaembu está sendo alugado para quem quiser assistir de dentro do carro as partidas exibidas em um telão. Como revelou essa reportagem na Folha - Corinthians volta a ter jogo no Pacaembu, mas só no drive-in - a novidade foi lançada pela empresa Godream em São Paulo, Rio, Recife, Fortaleza e Nova Lima/MG.

Aliás, como comentei no post - Covid-19 e esporte. Na quarentena, praticar natação e basquete fica difícil mas yoga virou opção - antes da pandemia eu costumava nadar na piscina olímpica do complexo esportivo do Pacaembu, que mesmo com a recente privatização continuava gratuita e aberta para a população. No auge do novo coronavirus na cidade o gramado do estádio chegou a abrigar um hospital de campanha, assim como ainda existem no centro de convenções do Anhembi e no centro esportivo do Ibirapuera, onde também deixei de nadar. Antes do Covid-19 chegar, sem nem desconfiar da mudança da rotina para quem continua a evitar os riscos e tentar escapar da doença, publiquei aqui: Natação na piscina olímpica do Ibirapuera, inscrições grátis para 2020 devem acontecer em fevereiro.

futecoins.png

Criptomoeda FuteCoins da MB Digital Assets, empresa da corretora Mercado Bitcoin

Enquanto os torcedores não podem ir aos estádios e podem seguir em distânciamento social para evitar serem contaminados e contaminarem outras pessoas, os jogadores profissionais foram obrigados a voltar a trabalhar. Talvez os clubes e dirigentes consideram os atletas como trabalhadores essenciais, assim como os profissionais da saúde, segurança, transporte, além dos motoristas de aplicativo e entregadores de comida.

Segundo matéria no site Seu Dinheiro, publicada no mês passado, a MB Digital Assets (https://www.mbdigitalassets.com.br) planeja lançar a FuteCoins, onde o direito de recebimento do clube nas transferências dos jogadores seria tokenizado e as cotas vendidas aos investidores. A nova criptomoeda se juntaria ao lado de outros ativos digitais já em oferta pela empresa, que listei neste post - Mercado Bitcoin, corretora que emite os tokens atrelados à precatórios e consórcios através da MB Digital Assets, faz doações para hospital contra Covid-19 - compartilhado dia 3/8/2020 na comunidade Hive Criptos Brasileiras.

Em maio, o Estadão explicou - Que tal transformar Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo em um FUTC? - que os direitos, cujas frações seriam negociados, são decorrentes do Mecanismo de Solidariedade da Fifa, previsto no Regulamento de Transferências da organização. Pela regra, os times pelos quais o jogador passou até completar 23 anos recebem, em divisão proporcional, até 5% do valor total de cada transferência internacional do atleta. Em janeiro, o jornal Valor afirmou que nada impede que, no futuro, sejam transacionadas também parcelas dos passes dos atletas em posse de empresários, clubes ou dos próprios jogadores: Empresa planeja vender cotas de jogadores de futebol usando tecnologia do bitcoin.

A corretora Mercado Bitcoin publicou no próprio blog - O que é tokenização? - sem mencionar o FuteCoins. O projeto ainda não foi oficialmente lançado, talvez a pandemia do Covid-19 altere os prazos, mas ganhou repercussão nos sites NSC Total, BeInCrypto, Criptofacil, Bitnotícias, estes últimos especializados no mercado de criptomoedas.

Criptomoedas no Futebol Brasileiro

Aparentemente a FuteCoins vai concorrer com outra iniciativa, que comentei aqui ano passado no post Daniel Alves, embaixador da criptomoeda Kicksoccer Coin, foi contratado pelo São Paulo Futebol Clube e volta a jogar no Brasil. Apesar do nome parecido, a plataforma brasileira Footcoin (https://www.footcoin.club), a mesma que lançou os tokens do Fortaleza, Atlético Mineiro e Corinthians, com vantagens e descontos em ecommerce, ingressos e merchandising, mas não prevê nada relacionado com o mercado de transferência, compra, venda ou negócios envolvendo os contratos dos jogadores e os clubes. Aliás, sobre a criptomoeda do timão publiquei aqui tb: Parceria entre Timãocoin, criptomoeda do Corinthians lançada em março, com a Arena.club, simulador de técnico de futebol, premia participantes com camisetas oficiais.

Outras plataformas, como a da criptomoeda Chilz, que postei aqui - App do Socios.com já está disponível para download. Plataforma de criptomoedas da Juventus, Roma, PSG e Atlético Madrid tb distribui tokens por geolocalização, no estilo Pokémon Go - também podem estar de olho no público do futebol brasileiro. Antes do novo coronavírus se espalhar por todo o Brasil, criptomoedas como a israelense Vegan Nation e a chinesa USD Soccer anunciaram patrocínio de times e jogadores por aqui.

Valeu! Saúde, sucesso e boa sorte mais uma vez!


sportstalksocial_wagnertamanaha.png

https://www.sportstalksocial.com/@wagnertamanaha

Votem no Hive Witness brasileiro: @fernandosoder

Mais recompensas em criptomoedas? Assista videos no Lbry e Cos.tv. Jogue fantasy league no Sorare ou ganhe tokens de times de futebol no Socios

Sort:  

Congratulations @wagnertamanaha! You have completed the following achievement on the Hive blockchain and have been rewarded with new badge(s) :

You distributed more than 31000 upvotes. Your next target is to reach 32000 upvotes.

You can view your badges on your board And compare to others on the Ranking
If you no longer want to receive notifications, reply to this comment with the word STOP

Do not miss the last post from @hivebuzz:

HiveBuzz supports the Austrian Community Meetup